Zendaya vira Cinderela e aparece com vestido ‘mágico’ no Met Gala

Zendaya provou que magia existe no maior evento de moda do mundo! A atriz apareceu no Met Gala, baile que acontece no Metropolitan Museum of Art em Nova Yorque, vestida como Cinderela, e preparou um linda encenação para o red carpet.

Ela chegou com um vestido assinado pela grife Tommy Hilfiger e inspirado no look da princesa Disney, porém em um tom acinzentado.  Mas graça a sua “fada madrinha” – o estilista Law Roach – Zendaya se transformou numa verdadeira princesa bem na frente dos convidados: O agito da varinha fez com que sua roupa crescesse e acendesse, ficando azul fluorescente. Um verdadeiro conto de fadas!

E as surpresas não param por aí. A musa chegou a “perder” seu sapatinho de cristal nas escadarias da festa. Foi difícil não se impactar com a apresentação.

O visual foi finalizado com um coque estilo francês, uma faixa azulada na cabeça e uma gargantilha preta, igual ao desenho animado! O toque de mestre foi sua bolsa em formato de carruagem, encrustada de pedrarias. Ela pensou em tudo!

No Instagram, a artista compartilhou os bastidores da criação do vestido. “Por trás da magia. Obrigada a todas as pessoas inteligente que de alguma forma construíram e fizeram este vestido funcionar”, escreveu na legenda.

O conceito para o vestido foi inspirado na evolução da carreira de Zendaya. Os futuros projetos da atriz são mais adultos, e os fãs que a acompanham desde a série No Ritmo (2010 a 2013), do Disney Channel, estão prestes a ver um novo lado.

Law Roach, que estava de fada madrinha, falou à revista Vogue norte-americana sobre o look de Zendaya: “É quase como se esta fosse a última vez que as pessoas a verão como um princesa da Disney — o que não é uma coisa ruim”, disse. “Seu novo personagem é muito diferente de tudo que ela já fez”, completou, se referindo ao novo trabalho da gata, a série Euphoria, da HBO. Zendaya também será vista em julho nos cinemas, em Homem-Aranha: Longe de Casa.

O Met Gala desse ano teve como tema um ensaio de 1964 da escritora e ativista Susan Sontag, Camp: Notes On Fashion. Ela definiu “camp” como “o amor pelo não-natural: do artifício e do exagero”, e até hoje o termo é visto como algo de mau gosto ou brega.

Pelo tema deu para entender o porquê das extravagâncias no red carpet, como a própria apresentação de Zendaya. O que você achou do vestido de Cinderela?

Leia mais

‘QUEM AMA CUIDA’, REVELA LARISSA MANOELA SOBRE SEU LADO CIUMENTO

BOCA ROSA E OUTRAS BLOGUEIRAS REVELAM SEGREDOS PARA TER UMA PELE LINDA

E aí, gostaram?

Comenta com a gente: