Colecionador recria momentos dos filmes Disney com bonecas

Augusto Soares, um colecionador de bonecas de princesas que mora no interior de São Paulo, está bombando nas redes sociais com fotos maravilhosas nas quais usa suas dolls para reproduzir momentos dos filmes clássicos dos estúdios Disney.

LEIA MAIS:
Você consegue adivinhar qual o filme da Disney vendo apenas uma foto?

Fã das animações e de suas personagens, Augusto, ou Guto, tem todas as princesas em casa, e complementa suas fotos com cenários feitos à mão por ele mesmo. Ele usa biscuit, papel colorido e vários outras materiais – além de muita imaginação e habilidade. Photoshop só para finalizar os detalhes.

Cada fotografia leva entre 7 e 12 horas para ser feita, mas o resultado vale a dedicação. A favorita de Guto é uma imagem da Cinderella com o vestido se transformando para o baile, que foi compartilhada nas redes sociais por admiradores do filme no mundo todo.

LEIA MAIS:
Disney disponibiliza online o show de fogos no parque Magic Kingdom

Guto também recriou cenas icônicas de Enrolados, A Pequena Sereia, Pocahontas e Hércules, entre outras animações, além das versões live action de Aladdin, Cinderella e até dos inéditos Mulan e A Pequena Sereia, com uma boneca que ele customizou para ficar a cara da atriz Halle Bailey, que interpretará Ariel.

Nos stories, Guto compartilha vários segredos de suas fotos e ideias para quem quiser fazer algo parecido em casa. Então é só seguir o Insta dele!

LEIA MAIS:
Você consegue adivinhar o país de origem das princesas da Disney?

View this post on Instagram

Quando eu era criança, meu maior sonho era ter bonecas. No meu aniversário de 7 anos eu consegui meu primeiro casal de bonecas da dupla que eu amava: Sandy & Júnior (obviamente falsificados pois eu comprei com 15 reais que eu tinha recebido de aniversário). Adquiri-los fez meu dia feliz, lembro até de eu ter ajoelhado no quarto e ter agradecido a deus pela conquista, sim usei essa palavra, conquista. Mas estamos falando de 2003, se hoje as pessoas são preconceituosas, imagine naquela época. Fora uma semana incrível com as bonecas, nunca explorei tanto minha criatividade! Eu descobri meus talentos com artesanato e artes naqueles dias com meus bonecos baratinhos. Até hoje quando uso a tesoura, me vem à lembrança dos cortes que fazia nos tecidos pars fazer as roupinhas dos bonecos. No sétimo dia, cheguei da escola para brincar, meus bonecos e todas as coisas que fiz, os cenários e as roupinhas haviam sido arrebatados, e depois disso nunca mais os vi. Naquele dia eu percebi que não dava pra ser quem eu era, não tinha voz. Eu nem quis saber o que tinha acontecido, pois sabia que as palavras que ouviria me magoaria mais ainda. Isso me traumatizou, deixou sequelas que afetou toda minha infância e adolescência. Me fez ter raiva e sentimentos negativos. Eu fui só mais um garoto que deixou de ser quem era para ser um padrão imposto pela sociedade. E hoje, eu tenho as ferramentas e voz para lutar contra esse padrão disfarçado de bons costumes. Agradeço as mães que me seguem e mandam mensagens dizendo que seus filhos e filhas se inspiram em mim. Mães e pais que incentivam seus filhos a serem quem são e fazer o que gostam sem serem julgados por brincarem livremente com os brinquedos que quiserem. Essa é a melhor parte de tudo isso. É a minha maior motivação. Saber que pequenos Gutos, não chegarão em casa e terão suas “ferramentas” da imaginação jogadas no lixo. Be kind. Play more. Dream big! #minime

A post shared by Guto Collector (@gutocollector) on

Deixar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *