5 acontecimentos que marcaram a segunda temporada de ‘Elite’!

A segunda temporada de uma das séries mais esperadas da Netflix finalmente está entre nós! “Elite” bombou ano passado por trazer um grupo de jovens ricos vivendo muitas brigas, amores e um assassinato, da aluna Marina (María Pedraza), tudo isso dentro de uma escola elitizada.

Como a história deixou várias perguntas sem respostas, todos os fãs estavam enlouquecidos para saber o que iria acontecer. E agora, com uma terceira temporada já confirmadíssima, o segundo ano de “Elite” é surpreendente! Além de mantém tudo o que deu certo nos primeiros oito episódios, a nova temporada adiciona novos personagens, mais festas e misteriosos para apimentar o enredo.

LEIA MAIS: RELEMBRE O QUE ACONTECEU NA PRIMEIRA TEMPORADA DE ‘ELITE’

Nós já assistimos a segunda temporada e selecionamos os cinco acontecimentos que marcaram esses novos episódios! Mas, se você ainda terminou, tome cuidado pois o texto contém vários spoilers.

Novos personagens

Uma coisa que com certeza trouxe um ar de renovação foi a adição de novos personagens: Valerio (Jorge López), Rebeca (Claudia Salas) e Cayetana (Georgina Amorós)!

Inclusive, a entrada de Valerio na trama é um dos pontos mais surpreendentes e cativantes. Servindo como um contraponto do resta da turma, ele surge para mostrar o lado bom de alguns alunos que não tinha boa fama entre os fãs. O personagem também ajudou Lu (Danna Paola) ter mais espaço na história, se desvinculando de Gúzman.

Rebecca surgiu na história para mostrar o lado sujo dos jovens da escola, que possuem preconceito até mesmo com quem não nasceu rico. Além disso, nota-se logo de cara que ela tem um crush por Samuel. Apesar da trama de Rebecca ser interessante, vamos percebendo que ela é deixada de lado ao longo dos episódios. Triste…

Já Cayetana é uma personagem que vem para discutir as aparências, mostrando como as pessoas mantém a sua imagem perfeita no Instagram e ao mesmo tempo guardam segredos por trás das telas dos celulares.

Abrindo discussões sobre o quanto as pessoas estão dispostas a viver de mentiras, é uma personagem interessante que tem muito para mostrar. Além disso, ela se torna uma espécie de aliada de Polo (Álvaro Rico), o ajudando a esconder o troféu que o incrimina.

Polo

Falando em Polo, o ponto alto da nova temporada “Elite” com certeza é mostrar as consequências dos atos do jovem. Acompanhamos todos os transtornos psicológicos que ele sofre, que vão desde tomar remédios pesados até tentar o suicídio.

Assim, Polo se torna o representante de uma mensagem muito importante: às vezes as pessoas tomam atitudes drásticas para se manterem na bolha social e precisam de uma segunda chance. No caso do personagem é bem difícil ajudá-lo, já que ele não para de inventar mentiras e vai aos poucos se tornando o vilão da história.

Carla

View this post on Instagram

✨🖤

A post shared by Ester Expósito (@ester_exposito) on

Carla (Ester Expósito) é outra personagem que traz um bom desenvolvimento, principalmente pelo seu relacionamento com Samuel (Itzan Escamilla), algo que mais surpreendeu na temporada. Mesmo que essa relação seja um pouco confusa — principalmente por não fazer muito sentido em como ela surgiu —, o casal traz um arco muito interessante durante os episódios.

Onde estão Christian e Nano?

Christian praticamente não participou dessa temporada, sendo afastado por conta de uma lesão. Já Nano (Jaime Lorente) sabemos que fugiu após sair da cadeia e acaba aparecendo somente em dois episódios, simplesmente desaparecendo depois.

“Elite” encerra a sua segunda temporada com essa pergunta no ar: onde eles estão? Será que os atores vão sair da série e por isso os personagens estão aparecendo pouco? Será que vão retornar no próximo ano buscando vingança e armando um grande plano?

Esse sumiço não foi uma das melhores coisas da série, porém, o que pode ser desenvolvido com base nesse mistério é o que mais empolga!

O final

Ao longo de todos os episódios descobrimos que Samuel havia desaparecido, e tudo parecia crer que estava morte. Por meio de flashbacks fomos juntando as partes do quebra-cabeça até revelar um final surpreendente.

Descobrimos que, junto de Guzman (Miguel Bernardeau), o jovem traçou um plano para “desaparecer”. Seu intuito era deixar Carla tão transtornada a ponto de revelar o que havia acontecido no assassinato de Marina. Mesmo que o plano não tenha dado exatamente certo, isso deixa tudo mais misterioso e explosivo, bem como os fãs de “Elite” gostam.

Outro ponto interessante que vemos no final é a adição de Cayetana nessa confusão. Uma pessoa como ela, que não estava envolvida no problema na época, se envolver irá dificultar ainda mais a investigação da polícia, agora sem provas concretas para prender o jovem.

Ademais, agora que todos no colégio sabem da verdade sobre o assassinato de Marina, isso provavelmente causará mais atritos para a terceira temporada.

LEIA MAIS: TERCEIRA TEMPORADA DE ‘ELITE’ É CONFIRMADA PELA NETFLIX

A segunda temporada de “Elite” chega para discutir ainda mais sobre privilégios de certas pessoas. O personagem Nano, por exemplo, foi preso sem provas por causa de antecedentes criminais e não ter nascido em “berço de ouro”. Enquanto isso, Polo acaba se dando bem, não só por esconder muito bem as provas do crime, mas por ter uma família privilegiada.

Assim, o segundo ano termina ainda mais potente, sem se desviar dos assuntos que sempre tratou. Vemos que os personagens vão sempre se protegendo por amor, ou que acabam se “desculpando” pelos seus erros também motivados pelo amor.

A princípio, vimos que Elite foi uma série que explodiu muito por trazer o elenco de “La Casa de Papel“, que estava fazendo muito sucesso na época. Contudo, a segunda temporada chega para provar que a produção sabe como andar com as próprias pernas!

LEIA MAIS: ‘ILHA DESERTA’, DA NETFLIX, FALA DE AMADURECIMENTO E TEM ATOR DE ‘ELITE’

E aí, gostaram?

Comenta com a gente: