Você precisa assistir Como Superar um Fora – Novo filme da Netflix!

Uma das coisas mais legais que a Netflix faz é a globalização cultural. Antigamente nós só podíamos ver aqueles filmes que estavam mais populares o suficiente para chegar aos cinemas, então acabávamos assistindo sempre obras norte americanas, brasileiras e algumas europeias. Mas o serviço de Streaming mudou essa forma antiquada e nos apresenta filmes que nem sabíamos que queríamos ver e ainda nos fazem sair um pouco do comodismo. Como é o caso de Como Superar um Fora, uma história vinda diretamente do Peru!

A história em si é bem aquele clichêzão que a gente ama: Maria Fe levou um pé na bunda de um relacionamento de seis anos, para piorar foi por Skype. Solteira e com o coração partido, ela começa a escrever um blog e o sucesso do site é a oportunidade perfeita para virar a página e recomeçar.

Sim, você provavelmente já viu essa sinopse em algum lugar, mas o seu diferencial e o que faz o filme ser muito gostosinho de assistir é a forma contemporânea que ele é contado, desde o jeito que as personagens citam que viram algo no Pinterest, até a protagonista se sentir culpada por estar assistindo um episódio de Game Of Thrones sem o ex ou fazer um brinde a guerreira Britney Spears (que foi muito maltratada pelo Justin, segundo Maria Fe). 

Por Britney…

Outro diferencial é que essas comédias românticas acabam sempre caindo em um viés muito machista, a mocinha sempre acaba sendo resgatada por um homem perfeito que a salva de uma solidão dramática. Mas Como Superar um Fora é feminista do início ao fim, tanto nos momentos que Maria Fe escreve sobre os homens no seu blog quanto em cenas que retratam o cotidiano machista que passa batido, como um chefe misógino ou homens que fingem ser desconstruídos, mas quando fazem besteira se vitimizam para parecem uns coitados.

Ele também se mostra atual quando retrata vários tipos personalidades. Por mais que foque em Maria Fe, também mostra as particularidades das suas duas principais amigas,  de uma forma muito moderna e real, exibindo os diversos modos que cada uma lida com relacionamentos e a principal problemática do filme, os homens. A amizade das três também é algo muito divertido de ver, principalmente por se tratar de uma produção Latino Americana, é uma realidade muito próxima da nossa até na forma calorosa e amorosa de agir.

Mas a cereja do bolo realmente é Gisela Ponce León, a atriz que interpreta a Maria Fe, que atua de forma muito sincera, variando de emoções entre as cenas e nenhuma hora soando exagerada, pelo contrário, muitas vezes age de maneira tão contida que soa extremamente natural. Aliás, todo o elenco é muito bom e para os eternos fãs da novela Rebelde, temos Christopher von Uckermann interpretando Santiago, o hétero mais gente boa que existe, segundo as três amigas.

Como Superar um Fora é um filme que poderia facilmente ter caído no clichê das comédias românticas, mas conseguiu remodelar a forma clássica de construir esse gênero e inovou trazendo um viés super feminista e empoderado, além de ser muito divertido. Esperemos que mais produções latinas da Netflix apareçam com tanta qualidade quanto essa produção.

E aí, gostaram?

Comenta com a gente: