TITÃS: a melhor série da DC? Cinco motivos para assistir!

Finalmente Titãs chegou na Netflix Brasil, série que é baseada nos quadrinhos clássicos da DC, Titãs ou Os Jovens Titãs!

A história começa depois do clássico Robin, Dick Grayson (Brenton Thwaites), tentar uma carreira solo por não concordar com algumas atitudes do Batman. No meio da sua busca para descobrir que tipo de herói ele é, Dick acaba esbarrando em Rachel Roth (Teagan Croft), uma adolescente que está correndo um grande risco de vida e também acaba se juntando a temperamental Kory (Anna Diop) e ao engraçado Gar (Ryan Potter). Assim, meio sem querer, acabam iniciando uma aventura juntos.

Tom adulto

Esqueça aquele desenho maravilhoso que você provavelmente cresceu assistindo, Os Jovens Titãs. Apesar da animação ser incrível, aqui o tom é muito mais obscuro e adulto, com pitadas cômicas no seu tempo certo.

Essa obscuridade ajuda nas cenas de luta, que são mais violentas e, ao contrário do que vemos em algumas produções, os heróis aqui matam, arrancam muito sangue e lidam com o peso das consequências desses atos. O tom também contribui para tocar em assuntos mais maduros e complexos, como relacionamentos e as diferenças de ser um herói e ser um vigilante.

Referências

Também diferente de muitas séries do gênero, a trama não tem medo de falar e mostrar outros heróis famosos. Batman, por exemplo, é praticamente um fantasma que assombra o passado de Dick, ao mesmo tempo que Mulher-Maravilha, Super-Homem e até a Liga da Justiça também trazem ligações do passado dele. Além disso, existem participações importantes, como Rapina e Columba, Patrulha do Destino (que vai ganhar uma série solo em fevereiro deste ano!) e a Moça-Maravilha, que ainda não dá para saber se futuramente participará do grupo oficialmente ou só algumas pequenas participações para atrapalhar o relacionamento do Dick e Kory.

O Grupo

Mesmo tendo acabado de se conhecer, o grupo tem um envolvimento muito bom. A relação é bem desenvolvida e funciona como uma verdadeira família, ponto que sempre foi a essência dos Titãs nos quadrinhos e nas animações. Dick é um verdadeiro pai para Ravena e Mutano, enquanto a Estelar, mesmo bancando a durona, também aprende a investir nessa conexão emocional.

Último Episódio

Robin Vs Batman

Durante os onze capítulos que a temporada traz, a série segue uma evolução muito positiva, conseguindo equilibrar o desenvolvimento solo de cada personagem e inserindo camadas na aventura do grupo. Mesmo  que o último episódio seja empolgante por trazer o Batman oficialmente, acaba deixando a desejar por ser episódico demais, utilizando a história como desculpa para a saga da Ravena só ser concluída em um próximo ano e deixando um gosto agridoce na boca do público.

Aquela cena Pós-Crédito!

Por motivos de força maior, os spoilers foram censurados. Nada de estragar a sua experiência, curiosinhx!

[SPOILER] Temos uma cena pós-crédito do último episódio que é de cair o queixo! Nela vemos o Superboy, o clone do Super-Homem, fugindo da sala onde provavelmente foi criado e mantido trancado para experimentos. Não dá para saber nada, mas dá para levantar várias teorias: será que ele vai ser o próximo desafio dos Titans ou será que ele entrará para o grupo? Será que por conta disso teremos uma aparição do Super-Homem? [/SPOILER]

Não dá para saber, mas só de termos esse novo personagem inserido já é empolgante!

Titãs é uma série que foi criticada mesmo antes de começar, teve comentários racistas sobre o visual da Estelar e da Ravena. Mas por trazer um conteúdo de qualidade, calou a boca de muitos e inovou no gênero de herói, abrindo as portas para futuras produções adultas da DC. Agora é esperar que a sua continuação evolua em alguns pontos importantes pra trama, como os efeitos especiais do Mutano e que também conclua logo essa saga da Ravena para poder mostrar diversas outras aventuras e vilões.

E aí, gostaram?

Comenta com a gente: