Saiba as mensagens na trilha sonora de ‘Chambers’, da Netflix

Chambers é uma série de terror da Netflix que vem fazendo muito sucesso por misturar terror psicológico com uma história adolescente, que empolga e vicia! A série conta a história da jovem Sasha (Sivan Alyra Rose), que sobreviveu a um ataque cardíaco e recebeu um transplante de coração. A coisa começa a ficar assustadora quando Sasha percebe que desde que ganhou o novo coração tem visões e impulsos esquisitos, e quanto mais tenta investigar o passado da sua doadora, mais em perigo ela está.

VER MAIS: ‘CHAMBERS’, NOVA SÉRIA TEEN DA NETFLIX, VAI TE DAR SUSTINHOS!

Como uma boa série teen, ela tem uma trilha sonora espetacular, que resgata e mistura vários estilos musicais, que vão do pop de Rihanna, com “Love On The Brain”, até Aretha Franklin, grande cantora de Soul e um ícone da música negra, com “Something He Can Feel”. Além dessa pluralidade fantástica, que representa bem o gosto musical dos jovens atuais, algumas músicas foram escolhidas a dedo para passar algumas mensagens.

É o caso da canção “Still Ill” da banda The Smiths, que retrata muito o momento que Sasha estava vivendo no começo da história, quando estava prestes a perder a virgindade, mas sofreu o ataque cardíaco. A letra fala sobre viver intensamente, ao mesmo tempo que questiona: “Does the body rule the mind or does the mind rule the body?”, traduzindo, “O corpo governa a mente ou a mente governa o corpo?”

O mesmo vemos em “I’m Not Human At All”, do grupo Sleep Party People, que no começo da letra diz “I’m not human at all; I have no heart. It’s not my fault; It’s your own fault”, traduzindo: “Eu não sou absolutamente humano, eu não tenho coração. Não é culpa minha, é sua própria culpa”. O que coincide muito sobre Sasha estar se transformando em algo sobrenatural, que foge da sua humanidade. Principalmente a parte em que diz que não tem coração e que a culpa é de outra pessoa, o que também faz muito sentido sobre tudo o que ela descobre no decorrer da história e as consequências de receber um coração de uma pessoa envolvida em coisas sobrenaturais. Apesar do transplante, Sasha ainda não sente que o coração é dela.

Do primeiro até o último episódio, a trilha também vai acompanhando a personalidade da protagonista, que começa animada e fofa, como uma adolescente normal, e vai se transformando em algo mais obscuro, agitado e assustador.

Porém, há uma canção em especial que participa da série. Becky (Lilliya Scarlett Reid), a jovem que morreu e acabou salvando a vida de Sasha com a doação do seu coração, está escutando uma música na hora da sua morte, e é essa tal música que ajuda a protagonista a desvendar o mistério que ronda toda a série. A tal canção é “I Wanna Be Adored”, da banda The Stone Roses e, claro, a letra tem muito a ver com todo o ocorrido e fala bastante sobre quem é Becky. Veja:

“I don’t have to sell my soul
He’s already in me
I don’t need to sell my soul
He’s already in me
I wanna be adored“

“Eu não tenho que vender minha alma
Ele já está em mim
Eu não preciso vender minha alma
Ela já está em mim
Eu quero ser adorado”

Becky era uma adolescente que gostava de andar entre os mais populares da escola, ao mesmo tempo em que sofria de diversas dúvidas sobre o que estava sentido e no que estava se metendo, no meio daquela seita secreta que acaba participando.

VER MAIS: VOCÊ SABE A IMPORTÂNCIA DA TRILHA SONORA EM THE UMBRELLA ACADEMY?

A segunda temporada de Chambers ainda não foi confirmada, mas com o sucesso que alcançou, provavelmente terá uma continuação. Esperamos que volte e continue com a boa trilha sonora, não é?

E você? Gostou de Chambers e da sua trilha sonora? Conta para a gente!

E aí, gostaram?

Comenta com a gente: