Relembre o que aconteceu na primeira temporada de ‘Elite’

Dia 06 de setembro pode ser um dia normal na vida de qualquer um, menos para os fãs de “Elite“, série adolescente que bombou na Netflix ano passado e está retornando com sua segunda temporada! A obra conta a história de três alunos do ensino público que são transferidos para a escola mais exclusiva da Espanha, onde os filhos da elite do país estudam.

LEIA MAIS: TERCEIRA TEMPORADA DE ‘ELITE’ É CONFIRMADA PELA NETFLIX

A gente sabe que de lá para cá, muitas séries estrearam e você pode acidentalmente ter esquecidos alguns detalhes do primeiro ano. Pensando nisso, selecionamos algumas coisas que você precisa relembrar antes de assistir os novos episódios de Elite!

O começo

Elite” começa mostrando que ocorreu um assassinato e assim acompanhamos por meio de flashbacks como tudo aconteceu, ainda sem saber quem morreu ou quem matou. Assim, durante essas lembranças acompanhamos três novos alunos de Las Encinas, Samuel (Itzan Escamilla), Nadia (Mina El Hammani) e Christian (Miguél Herrán), que ganham bolsa de estudos após a estrutura do seu antigo colégio desabar durante um terremoto.

Porém, ao chegar lá, o trio percebe que não será um começo de ano muito fácil, pois sofrem diversos atos discriminatórios por serem de classe social diferente dos demais. Apesar disso, aos poucos vão fazendo amizades.

Enquanto Samuel, que trabalha como garçom, se aproxima de Marina (María Pedraza), uma adolescente extremamente rebelde, Christian se vê cada vez mais envolvido com o casal Polo (Álvaro Rico) e Carla (Ester Expósito). Já Nadia começa a trabalhar com o irmão de Marina, Guzmán (Miguel Bernardeau), o líder de um grupo de estudantes.

Brigas

As coisas começam a ficar complicadas quando Marina convida Samuel e Nadia para sua festa de debutante. Christian faz amizade com Ander (Áron Piper), filho do diretor da nova escola, e consegue o convite para ir à festa também. Ander esconde de todos que é gay.

A festa começa a ficar turbulenta quando Samuel é chantageado pelo pai de Marina, que contém algumas filmagens de seu irmão Nano (Jaime Lorente) pichando a casa. Para não denunciar o jovem, o homem pede uma foto com Samuel para utilizar na publicidade da construtora que foi culpada pela destruição de sua antiga escola.

Christian

Christian se vê cada vez mais interessado em Carla, mas ela namora Polo há anos. Para esquentar as coisas, o casal acaba chamando Christian para viver um poliamor, mas Polo não contém o ciúmes diante da situação. Porém, o relacionamento de Carla e Polo termina quando a jovem descobre que os dois rapazes transaram sem ela saber.

Nano

Nano se vê desesperado para arranjar uma forma de pagar um dinheiro que deve a uma gangue perigosa. Marina decide ajudá-lo roubando o pai de Carla, passando as informações de senha e entregando a chave para Nano. O adolescente então invade a casa e rouba a coleção de relógios que vale uma fortuna.

Nadia

Nadia e Guzmán se apaixonam, o que faz o rapaz pedir um tempo para sua namorada Lucrécia (Danna Paola). Porém, conforme os capítulos vão passando, a “amizade colorida” começa a ficar estranha, piorando muito quando Guzmán a xinga por flertar com ele. Eles até acabam fazendo as pazes, mas mesmo o relacionamento não volta ao normal.

Além disso, a religião é um assunto de bastante impacto na vida de Nadia. Ela passa um bom tempo tentando agradar seus pais muçulmanos, mas aos poucos se revolta contra e isso e diz ao pai que vai viver a adolescência como bem entender. Mesmo que ele concorde e deixe a jovem retornar ao colégio no próximo ano, vemos que isso irá gerar graves consequências.

Marina

Conforme os episódios vão passando, descobrimos que o coração de Marina está dividido por duas pessoas: os irmãos Nano e Samuel. A jovem acaba engravidando do mais velho, mas como Samu não sabe disso, fica desesperado para descobrir quem é o pai. Enquanto isso, Marina e Nano planejam uma fuga.

Durante a festa da escola, a garota está no deck da piscina de Las Encinas esperando pelo boy, que vai aos poucos desistindo da ideia de fugir. Contudo, Polo aparece antes de Nano e começa uma discussão. No meio da briga, enquanto tenta pegar o relógio roubado, o garoto acerta a jovem com o troféu de melhor aluna que ela havia acabado de ganhar. Marina começa a sangrar e desmaia.

O problema é que Nano se torna suspeito do assassinato, pois prefere fugir em vez de chamar a emergência quando a encontra sangrando. Samuel o vê correndo e presume que o irmão é culpado, revelando suas suspeitas aos policiais durante o interrogatório.

O relógio

Toda essa confusão por causa de um relógio aconteceu porque o objeto escondia um pen drive com provas contra os pais de Carla. Essas evidências os ligava diretamente a construtora da escola que os três bolsistas estudavam, revelando a verdadeira razão da instituição ter sido destruída durante um terremoto.

Os cúmplices

Depois de assassinar Marina, Polo foi até o vestiário e encontra Carla e Christian transando. Ele acaba recebendo ajuda dos dois, que fizeram todas as possíveis evidências serem destruídas. Porém, na última cena é revelado que a arma do crime, o troféu, foi jogado no lago atrás da escola, mostrando que ainda é possível provar a inocência de Nano e fazer com que Polo seja preso.

“Elite” retorna com 8 episódios de 50 minutos de duração, e tem tudo para ser ainda mais eletrizante, mostrando as consequências e novos perigos que os jovens da escola irão se meter.

LEIA TAMBÉM: ‘ILHA DESERTA’, DA NETFLIX, FALA DE AMADURECIMENTO E TEM ATOR DE ‘ELITE’

E aí, gostaram?

Comenta com a gente: