Amor demais! Hilda é a nova animação da Netflix que vai fazer você se apaixonar.

Volta e meia, a dona Netflix solta alguns filmes e séries incríveis, sem avisar. Esse foi o caso de Hilda, uma animação baseada em uma série britânica de livros infantis premiada, escrita e ilustrada por Luke Pearson. O desenho conta a história da menina Hilda, uma criança fofa que vive em um mundo repleto de criaturas fantasiosas, como Trolls, elfos, gigantes e muito mais. Mas um dia, após sua casa ser esmagada, sem querer, por um gigante, Hilda e sua mãe se vem obrigadas a mudar para a cidade grande, onde ela vai ter que se readaptar ao um novo mundo e também fazer novas amizades.

Se você gosta de animações como Steven Universo e Gravity Falls, você vai amar esse desenho, já que ele traz o mesmo nível de aventuras e criaturas mágicas que Gravity, mas também carrega o amor e a diversidade de Steven. É tanto amor, que apostamos que no primeiro episódio os seus olhos já vão estar brilhando pela beleza que a série irá te trazer internamente.Isso tudo porque a personagem principal, Hilda, é uma garota extremamente amorosa e respeitosa, sendo muito fácil de criar um vínculo com a personagem, além de aprender muito. Mesmo quando está enfrentando alguma ameaça, ela nunca quer trazer ódio e raiva para jogar no tal “vilão”, na verdade, ela busca compreender o motivo dele estar tentando atacar, para assim, o ajudar. Pode isso?

Além disso, é incrível ver tantas criaturas fantasiosas, tem monstro que não acaba mais! O que ajuda muito na história e no seu desenvolvimento. Apesar de ter um “novo monstro” todo episódio, a série segue uma historinha por trás de cada aventura, então você vai acompanhado o desenvolvimento dos personagens enquanto assiste um Troll atacar a cidade, ou um gigante apaixonado procurando por seu amor e até um monte de elfos burocráticos que querem travar uma guerra contra Hilda.

Mas agora precisamos falar sobre a estética desse desenho! Ela traz um traço fofinho e bem simples, que estamos acostumados a assistir em desenhos mais antigos, mas também traz cores super atuais, recheada de tons pastéis, o que ajuda a animação ficar mais fofinha ainda. E a trilha sonora, gente? Toca muito indie e rock alternativo, aquelas músicas que tem tudo a ver com uma animação dessas. Destaque para a música Fool, do Frankie Cosmos.

São apenas treze episódios de vinte minutos e por enquanto sem notícias de uma nova temporada. Dá para maratonar tranquilo, mas ,se eu fosse você, via um episódio por dia, para aproveitar mais a companhia mágica de Hilda e seus amigos incríveis.

E aí, gostaram?

Comenta com a gente:

TAGS